A Polícia Militar conduziu três pessoas na tarde de ontem à delegacia de Tailândia, nordeste do Pará, por envolvimento na morte da jovem Erica Silva, de 19 anos de idade. Entre os acusados um menor de idade, que seria o responsável pelo disparo que matou a vítima.

VEJA TAMBÉM

Outros dois suspeitos foram identificados como Gustavo e Willian Evangelista. Esse último já tinha um mandado de prisão preventiva aberto contra ele, por estupro. Eles negaram envolvido com a morte da jovem.

As prisões aconteceram menos de 48h após Erica Silva ser executada, com um tiro na nuca na margem de um igarapé, no loteamento Jardim Liberdade. A jovem foi ‘disciplinada’ por uma facção criminosa por envolvimento na morte “Jack” em Ourilândia do Norte.

De acordo com depoimento dos acusados, a vítima foi levada ao local, onde seria morta, por volta de 23h do último domingo. Eles saíram de um bar, em duas motocicletas, quatro disciplinadores, no qual o menor responsável pelo disparo, Erica e Willian que foram disciplinados.

O caso segue sobre investigação da Polícia Civil.  

Portal Tailândia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *