Foto: Cleyton Rogerio – Portal Tailândia

Marcelo Costa de Souza, de 24 anos, compareceu espontaneamente à delegacia de Tailândia, nordeste paraense, na manhã deste domingo (06). Ele era o principal acusado pela morte do próprio primo, Rogerio Paiva, morto a facadas na quinta-feira (03).

LEIA MAIS
Após identificação, polícia acusa jovem de matar primo em Tailândia
Homem morto a facadas em Tailândia ainda não foi identificado

De camisa preta e manga comprida, Marcelo Costa chegou sozinho a unidade policial. Diante do delegado e dos investigadores, o acusado, inicialmente, contou que a vítima e ele, teriam sofrido tentativa de assalto. Ele disse que dois homens armados se aproximaram e ele teria corrido, deixando Rogério para trás.

A versão é claro, não convenceu os policiais, que confrontaram o rapaz com as características do homicídio, principalmente, por que a vítima foi morta com golpes de facas e não com disparo de arma de fogo.

Marcelo acabou confessando ter matado o primo, e que teria cometido o crime, por causa de 5 cervejas que a vítima não quis pagar em um bar, momentos antes do ocorrido.

Após ter recebido voz de prisão, o acusado levou os policiais até o local onde jogou a faca, usada para desferir os golpes no primo. A arma branca foi encontrada dentro de um terreno baldio e levada como prova do crime.

Marcelo está preso à disposição da Justiça e deve responder por homicídio qualificado.

Cleyton Rogerio – Portal Tailândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *