Esta semana, o delegado Thiago Carneiro, superintendente regional de Polícia Civil em Marabá, apresentou os números das ações policiais e dados sobre a violência em Marabá e região. Nada menos de 72 prisões foram realizadas nos 31 dias do mês de julho, quando forma realizadas 13 operações policiais. Isso pode ter contribuído para que os números de assassinatos tenham caído em nada menos de 42% na região e 67% apenas em Marabá.

De acordo com o delegado, as prisões realizadas em julho foram compostas por 51 mandados de preventiva e outras 21 em flagrante. Apenas em Marabá, foram cumpridos 39 mandados, o que representa mais de uma prisão por dia apenas dentro do município.

Além disso, a Polícia Civil apreendeu quase 6 kg de drogas e cinco armas de fogo. “Como consequência, caíram os números de criminalidade”, resume o delegado, acrescentando que em Marabá, no mês de julho 2019, foram registrados 12 homicídios, e agora ocorreram quatro, dos quais três acusados estão presos e um já está identificado.

Por outro lado, em toda a região de abrangência da Superintendência Regional do Sudeste Paraense foram contabilizados 28 homicídios em julho de 2019, contra 16 deste mês de julho.

Delegado Thiago Carneiro chamou atenção também para o fato de que, em Marabá, a Operação Araneo vem fazendo uma varredura nos mandados de prisão em aberto, uma busca nos bancos de dados. Com isso, os roubos também caíram.

Segundo ele, tanto o Disque Denúncia quanto as redes sociais têm se revelado como ferramentas importantes no combate à criminalidade.

Por Correio de Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *