Reprodução/ Roma News

Um levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA), apontou que o preço do kg da carne bovina consumida pelos paraenses e comercializada em açougues, mercados municipais e supermercados da capital, continua com os preços em alta. O produto apresentou nova alta no mês passado, junho.

Segundo as análises do Dieese, em junho de 2021, o quilo da carne bovina de primeira (Coxão Mole/Chã, Cabeça de Lombo e Paulista) foi comercializado em média em Belém a R$ 36,28. Em junho de 2022, foi comercializada em média a R$ 40,00.

Com isso o quilo da carne bovina consumida pelos paraenses apresentou uma ligeira alta de preço de cerca 11,1% no mês passado, junho de 2022, em relação ao mesmo período do ano de 2021, entretanto no primeiro semestre deste ano (Jan-Jun/2022) o reajuste acumulado no preço do produto foi de 8,64% contra uma inflação calculada em 5,61% (INPC/IBGE) e nos últimos 12 meses o reajuste acumulado foi de 10,25%.

Como na cesta básica a previsão de consumo mensal da carne bovina por trabalhador no Pará é de 4,5 Kg, o gasto total no mês passado (Jun/2022) atingiu o valor de R$ 180,00 com um impacto de 16,06% em relação ao atual Salário Mínimo de R$ 1.212,00 (em vigor desde 01.01.2022).

Por: Roma News

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.