foto: reprodução

Sendo uma espécie de clone da versão oficial, o WhatsApp GB está na mira da Meta (antigo Facebook), que está banindo temporariamente os usuários que baixaram o aplicativo. Se a pessoa persistir na utilização do programa paralelo, poderá ter o número bloqueado e ser excluído do WhatsApp. 

O assunto é um dos mais comentados, nesta terça-feira (22), no Twitter, e ganhou repercussão após a proprietária do Facebook iniciar uma devassa para eliminar a concorrência do clone, que tem respostas automáticas, temas personalizados, filtros de mensagens e função “não perturbe”.

WhatsApp GB: como recuperar a conta banida

Caso a sua conta tenha sido banida por conta de ter baixado o WhatsApp GB, certamente você recebeu uma mensagem sobre o fato.

Para retornar o acesso é preciso fazer backup do histórico de conversas antes de mudar para o app oficial do WhatsApp. 

Em seu GB, clique em Mais opções, Conversas, Backup de conversas, iniciando a transferência. 

Em seguida, entre em Configurações, Armazenamento e Arquivos. Encontre a pasta do WhatsApp GB e pressione até selecioná-la. No canto superior direito, clique em Mais e Renomear, escrevendo WhatsApp. 

Depois, baixe no Play Store ou App Store a versão oficial, verificando o seu número de telefone e toque em restaurar e próximo. Quem retornar ao aplicativo da Meta estará livre de um possível cancelamento da conta, medida que deverá ser aplicada aos usuários que não desinstalarem o WhatsApp GB.

Como o WhatsApp GB funciona 

A versão paralela do aplicativo da Meta se conecta a uma conta do WhatsApp e está disponível para smartphones que têm o sistema operacional Android. 

No entanto, ele só é baixado fora da Play Store, a loja oficial de aplicativos do Google. Por isso, trata-se de um risco de segurança, fazendo com que cibercriminosos acessem os dados pessoais dos usuários. 

O WhatsApp GB é uma versão modificada do WhatsApp e foi desenvolvido por terceiros, violando os termos de serviço. 

Segundo comunicado oficial da Meta, os únicos aplicativos oficiais são o WhatsApp Messenger e o WhatsApp Business, que estão disponíveis na Play Store e App Store, podendo ser acessados na versão web. 

Riscos ao usar o aplicativo 

Ao baixar a versão paralela, os usuários correm um sério risco de terem suas contas clonadas, inclusive podendo ter as conversas identificadas por terceiros. 

Outro aspecto é que esse aplicativo só pode ser baixado em softwares ou sites que não são confiáveis, ou seja, trata-se de uma porta aberta para a ação de hackers. 

Já na loja oficial há um sistema de checagem sobre a segurança do aplicativo, sendo um aliado dos usuários. 

Além disso, caso alguém que tenha o WhatsApp GB perca os dados, a Meta não se responsabiliza pela situação, tendo em vista que a empresa não é a proprietária do aplicativo. 

Via: G1 e InfoMoney 

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.