Foto: Divulgação

O assaltante Manoel Pires de Oliveira, vulgo “Manel” ou “Manelinho” foi morto na noite de terça-feira (03), em Tailândia, nordeste do Pará, após entrar em confronto com policiais.

De acordo com a Polícia Civil, o criminoso deflagrou vários tiros contra uma equipe da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antissequestro, vinculada a DRCO, que acompanhava a movimentação de “Manel”, depois de um assalto a um carro forte, em Marabá, no último sábado (31).

Manoel ainda tentou fugir do cerco policial, pulando vários quintais, mas acabou atingido pela polícia. O acusado chegou a ser encaminhado com vida ao Hospital Geral de Tailândia (HGT), mas não resistiu aos ferimentos. Uma pistola, calibre 380, utilizada pelo acusado foi apreendida pelos policiais.

Considerado de alta periculosidade, o acusado e o bando dele, planejavam um novo ataque a carro-forte, no trecho de Tailândia a Goianésia do Pará, segundo informações da Polícia Civil.

Manoel Pires era investigado por inúmeras ações na modalidade “vapor” e ataques a carro-fortes nos estados do Pará, onde teria praticado crimes nas cidades de Conceição do Araguaia, Abel Figueiredo e Santa Maria das Barreiras e Tocantins, atuando nas cidades de Rio dos Bois e Arapoema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *