Dezenas de pessoas ligadas à entidades locais e produtores compareceram (foto: Josenaldo Jr / Portal Tailândia)
Dezenas de pessoas ligadas à entidades locais e produtores compareceram (foto: Josenaldo Jr / Portal Tailândia)
Dezenas de pessoas ligadas à entidades envolvidas com o agronegócio e produtores rurais compareceram a audiência (foto: Josenaldo Jr / Portal Tailândia)

Na última sexta-feira, 23, o prefeito Ney da Saúde, secretários municipais, Câmara de Vereadores e a sociedade receberam em Tailândia o Governo do Estado do Estado do Pará, liderado pelo vice-governador Zequinha Marinho, o secretário de Estado de Agricultura e Pesca Hidelgardo Nunes e o diretor presidente do Instituto de Terras do Pará (ITERPA), Daniel Lopes, além da presença do deputado Jaques Neves representando a Assembleia Legislativa do Estado.

A audiência teve como finalidade discutir o agronegócio* e sua importância para o desenvolvimento da cadeia produtiva em Tailândia, levando em conta o seu principal gargalo, que é a pouca regularização fundiária.

Foi destaque na discussão ainda, o alto potencial do município nessa área, que tem se tornado mais forte a cada ano, tendo como fatores bastante positivos suas terras férteis e planas, a localização estratégica do município, que fica próxima ao porto de Barcarena e da capital Belém.

A reunião que definiu uma agenda de trabalho para o estratégico setor produtivo, recebeu contribuições através das falas de representantes de sindicatos, cooperativas, associações, representantes de bancos, secretários municipais, câmara de vereadores, empresários, além das autoridades estaduais. Ao final da audiência, a gestão municipal e representantes de produtores rurais formalizaram via Ofício junto ao Estado as demandas ali tratadas.

 

*O agronegócio é o conjunto das atividades econômicas ligadas à agricultura e pecuária passando pela produção, industrialização e comercialização dos produtos.

Segue abaixo a pauta tratada na reunião:

  1. Aquisição de um lote de 10 alqueires para instalação do primeiro polo industrial de Tailândia;
  2. Construção de um porto no rio Moju na região de Tailândia para viabilizar a exportação da produção local;
  3. Conclusão do processo de regularização fundiária do Distrito Palmares;
  4. Retomada dos trabalhos do ITERPA no sentido agilizar a regularização fundiária urbana e rural com metas concretas e prazos ajustados;
  5. Subsídio do Governo do Estado com mais equipamentos para fomentar a agricultura familiar;
  6. Precisamos de equipamentos para preparar estradas vicinais;
  7. Fomentar a criação de uma fábrica de ração;
  8. Por meio de incentivos, atrair um frigorífico;
  9. Buscar parcerias para trazer ao município uma usina beneficiadora de grãos;
  10. Propor que Tailândia seja tratada como referencial na questão da legalização fundiária por parte do Governo;
  11. Cobrar do Governo do Estado que use sua influência para a implantação mais rápida possível da fábrica da Belém Bioenergia Brasil;
  12. Buscar junto as autoridades competentes que aumente o número de técnicos do Banco da Amazônia, pois não dispõe de quantidade suficiente para atender nossa demanda;
  13. Viabilizar via Governo do Estado o fornecimento de calcário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *