Com o fim das convenções partidárias e com o prazo limite de 15 de agosto para o registro de candidaturas, o cenário político eleitoral vai clareando ao eleitor, que a partir de agora passa a conhecer quem são os pretendentes à cinco cargos políticos, três em esfera federal, deputado, senador e presidente e dois em esfera estadual, deputado e governador.

Em Tailândia, quatro nomes foram lançados na disputa pré-eleitoral para tentar representar o município em cargo de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Pará. A disputada ficará mais acirrada, porque nenhum dos pré-candidatos locais terá apoio do prefeito Paulo Liberte Jasper, Macarrão (DEM).

Anderson Camporez, 37, o Alemão, é empresário do ramo de cerâmica, ex-candidato a prefeito de Tailândia, ficou em segundo lugar nas eleições municipais de 2016. Até o momento Alemão não retornou os contados do Portal Tailândia, mas ele poderá ser candidato pelo PR, que terá Lúcio Vale, como vice na chapa de Helder (MDB).

 

Rosinei Pinto de Souza, 53, Ney da Saúde, é ex-servidor da saúde, ex-vereador e ex-prefeito de Tailândia, não conseguindo se reeleger em 2016, ficando em terceiro lugar. Ney será candidato pelo PSC, que tem o atual vice-governador do Estado.

 

 

José Dário Oliveira de Souza, 37, Dário, é o único dos quatro nascidos em Tailândia, ex-cobrador de crediário, está atualmente no terceiro mandato de vereador na Câmara Municipal. Dário será candidato pelo PSB, que tentará eleger o deputado estadual Cássio Andrade à bancada federal do Pará.

 

Josefran Almeida, 51, o Frank, é empresário do ramo madeireiro, presidente do Sindicato da Industria Madeireira de Tailândia, também presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Tailândia, ex-secretário dos Governos Macarrão, Gilbertinho e Queimado, quando esse último assumiu a prefeitura interinamente em 2017. Frank será candidato pelo PSL.

 

Dos 144 municípios do Pará, Tailândia figura entre as 18 cidades com maior número de eleitores. De acordo com o site do TSE o município possui 47.134 eleitores, em todo o Estado são 5.499,282. É pensando na quantidade de eleitores no município, que os candidatos apostam na tentativa de assegurarem uma cadeira na Alepa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *