Bruno Berg foi preso pela guarnição do GTO na noite desta quarta-feira (16) após furtar um aparelho de televisão de uma residência no Jardim Primavera, depois da prisão ele foi reconhecido por outro crime.

Bruno é acusado de ser a terceira pessoa a invadir a casa de um professor na noite de sábado (12), acompanhado de outros dois criminosos, Ronilton Oliveira Barros e Fabrício Viana Tavares, que foram mortos pela polícia na noite de domingo (13).

Após a circulação de fotos do acusado em grupos de WhatsApp, o professor fez o reconhecimento do mesmo.

Ele responderá por porte ilegal de arma de fogo, furto e roubo qualificado.

Errata: diferente do que publicamos anteriormente, o acusado foi identificado de Bruno Berg, e não de Jhonata Oliveira, o ”Coki”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.