Foi através de uma denúncia anônima, que uma guarnição do 45º Batalhão de Polícia Militar se descolocou até a vicinal Projeto Seringa, zona rural de Tailândia, por volta das 08h da última quarta-feira (30).

O motivo da denúncia seria mais uma ação do tráfico de drogas que ocorreria na localidade. De acordo com a denúncia, duas caminhonetes estariam pedindo informações aos moradores sobre uma pista de pouso na região.

Durante a ocorrência, a guarnição comandada pelo Tenente Alessandro, abordou uma caminhonete de cor prata que era dirigida por um homem identificado como João Batista Alves dos Santos.

Combustível de avião encontrado pela polícia

O homem que usava uma tornozeleira eletrônica e já foi preso por roubo de carga, demonstrou nervosismo na presença dos policiais. Ao ser questionado do destino dele, o homem disse que trabalhava em uma fazenda da vicinal.

A polícia procurou a fazenda e conversou com o gerente, que negou que João Batista trabalhava na propriedade. O gerente informou aos policiais, que há poucos dias, João teria ido na propriedade oferecendo R$ 10 mil para um avião de pequeno porte pousar dentro das terras.

De acordo coma polícia, após conversar com o gerente, João Batista confessou que uma aeronave vindo do município de Anapu, já havia pousado com 100kg de entorpecente tipo cocaína.

João Batista ainda informou que a droga estaria escondida em uma casa no bairro Greenville, mas durante a vistoria da polícia, foram encontrados três galões com combustível para avião.

Na residência haviam outras três pessoas, que não tiveram identidades divulgadas pela polícia. Eles foram presos e encaminhados juntamente com o João Batista e o veículo apreendido, para a delegacia de Polícia Civil de Tailândia.

Uma guarnição da Polícia Rodoviária Estadual foi acionada para averiguação detalhada no veículo e foi identificado que a caminhonete estava adulterada e com registro de roubo.

A Polícia Civil investiga o caso.

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *