Este será um ano diferente para os internos do sistema penal do estado do Pará. A tão aguardada saída temporária do Dia dos Pais, desta vez, não irá acontecer. E, ao contrário do que se possa pensar, o motivo não é a pandemia.

A ameaça representada por uma facção criminosa sediada no Rio de Janeiro foi o que fez o Governo do Estado entrar com uma ação na Vara de Execução Penal da Região Metropolitana, pedindo o adiamento da saída temporária dos detentos alocados nos presídios da região metropolitana de Belém.

A Justiça deferiu o pedido e os 2.569 presos da região de Belém (1/3 do total do Estado) permanecerão nos presídios. A Seap espera que a decisão se estenda a todas as comarcas do Pará.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *