O motorista do ônibus que provocou a morte do motociclista Jonas de Souza, 38 anos, no fim da tarde de ontem (10) deixou a prisão após o juiz da 1ª Vara de Tailândia conceder liberdade provisória a ele.

VEJA MAIS
+Homem morre após ser atingido por ônibus na PA-150, em Tailândia
+Idoso é preso acusado de estuprar menino de 8 anos em Tailândia
+Idoso atinge menino de 6 anos com golpe de facão em Tailândia. Assista!

Danilo Oliveira foi preso pelo Batalhão Rodoviário logo após o acidente, ocorrido na PA-150, a cerca de 10 quilômetros da cidade. Danilo foi apresentado na delegacia, onde permaneceu até o início da tarde de hoje (11).

A versão do motorista é que ele desviou para não bater na traseira de uma carreta, depois que o motorista freou bruscamente a frente dele. Danilo disse também que jogou o veículo na contra mão, e o para-choque do ônibus atingiu Jonas Souza que morreu na hora.

A liberdade provisória foi concedida pelo juiz plantonista Charbel Abdon Haber Jeha. No despacho, o magistrado entendeu que o motorista é acusado primário, que possui bons antecedentes, além de residência fixa e ocupação lícita.

Embora tenha ganho a liberdade, Danilo Oliveira está proibido de ausentar-se da cidade no período superior a 15 dias, sem autorização judicial. Ele também não pode mudar para outra cidade sem comunicar a Justiça, sob pena de ter decretada uma nova prisão preventiva.

Além disso, deverá comparecer a cada (três) mês perante a Justiça para informar e justificar suas atividades até o deslinde do processo.

O ônibus que ele conduzia presta serviço para uma empresa de dendê na região. O veículo foi apreendido pelo Batalhão Rodoviário e encaminhado à delegacia da cidade para os procedimentos legais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *