A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte de Elizângela Ferreira Melo, 33 anos de idade, morta a pauladas e com um disparo de arma de fogo, na madrugada de hoje (03).

A mulher era viciada em drogas e já tinha várias passagens pela delegacia de Tailândia, nordeste do Pará, por furtos e roubos. Elizângela chegou a ser presa no dia 21 de setembro, acusada de invadir uma casa e furta três celulares. Ela foi liberada menos de 36 horas depois pela Justiça.

Além dessa prisão, várias outras ajudaram a tornar a ficha criminal de Elizângela bastante extensa. Com relatos de centenas de vítimas espalhadas pela cidade.

Na última sexta-feira, ela chegou a ser acusada nas redes sociais de invadir a casa de uma mulher e tentar matar uma menina a facada. A versão não foi confirmada pela polícia.

Segundo a polícia, Elizângela foi morta enquanto dormia na varanda de uma casa, no Jardim Primavera, por volta das 4h da madrugada. Os assassinos levaram um celular é um aparelho de tv da residência.

Até o momento não há informações dos envolvidos no assassinato e qual a relação da morte com a vida regressa de Elizângela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *