Quando se trata de infraestrutura, os moradores do Distrito Palmares, município de Tailândia, no Nordeste paraense, costumam sofrer seja qual for a época do ano.

Ao longo das últimas três décadas, a então agrovila que se formou em torno de uma das maiores empresas do estado do Pará, a Agropalma, foi aumentando sua população e consequentemente as demandas por serviços públicos.

As queixas mais comuns dos populares estão relacionadas a infraestrutura. Palmares não possui ruas asfaltadas, saneamento básico ou mesmo sistema drenagem de águas pluviais. No período do verão amazônico, a poeira torna a vida de quem mora ali um pouco mais difícil. Com a chegada do período chuvoso a saga continua, já que a poeira dar lugar à lama e, as alagações e buracos tomam conta de boa parte das ruas.

Ano após ano, essa tem sido a realidade de mais de 10 mil pessoas que ali residem. Nesta quinta-feira (04), uma moradora gravou um vídeo de uma cena bem comum em Palmares:

Em período de eleições, os 3.982 eleitores depositam esperanças nas promessas estrategicamente elaboradas por marqueteiros. Promessas que se propagam nas vozes dos candidatos: “logo que for eleito, Palmares se transformará em um canteiro de obras”, é a afirmação mais comum durante os comícios políticos.

Enquanto isso não acontece, os votantes se manifestam como podem. Na página do Portal Tailândia no Facebook, por exemplo, qualquer que seja o assunto abordado sobre o distrito, a indignação é geral:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.