Foto: Portal Tailândia

O juiz da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Tailândia, nordeste paraense, manteve os dois irmãos encontrados em situação sub-humana por policiais e conselheiros tutelares na noite do último domingo (11), no acolhimento, local para onde tinham sido levados após serem resgatados.

Os dois não deverão voltar para a casa dos avós em hipótese alguma, a mãe poderá perder a guarda dos filhos pela situação que as crianças foram encontradas.

A mulher esteve no Conselho Tutelar, na manhã de segunda-feira, e disse que tinha deixado comida e dinheiro com os pais para alimentar os filhos, além de ter deixado a casa limpa.

Bem diferente como as duas crianças foram localizadas por uma guarnição da Polícia Militar, no bairro Piçarreira. Os meninos estavam despidos, com fome e jogados ao lado de gatos encima de um colchão rasgado e sujo.

Os avós foram encontrados completamente embriagados e sem condições de ficarem com as crianças. Segundo relatos de vizinhos, a situação dos dois irmãos é corriqueira.

Os dois meninos têm idade de 1 ano e 8 meses a 3 anos de idade, eles não possuem registros de nascimento. O pai foi localizado e é morador do distrito Palmares e deve ganhar ficar com a guarda dos meninos, mas por enquanto eles permanecem no acolhimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *