Empresários que se reuniram com Macarrão na noite desta quarta-feira (10) afirmam que saíram “satisfeitos” do encontro e “aliviados” com o posicionamento do gestor municipal em relação ao Comércio Local. 

O prefeito deixou a reunião na Associação Comercial e Industrial de Tailândia – ACITA -bastante elogiado. Ele voltou a classificar o Comércio de “Grande Indústria” da cidade ao defender a flexibilização dos horários de funcionamento, no novo decreto municipal, publicado na tarde de ontem.

Macarrão fez questão de frisar a importância da do diálogo e união entre os setores, principalmente para orientar a população à seguir os protocolos de saúde, como uso de máscaras e álcool em gel.

A própria atuação de Macarrão diante da pandemia da Covid-19 recebeu diversos elogios dos empresários. Para eles, foram assertivas e garantem o crescimento e desenvolvimento do município.

Ao ser questionado sobre atendimentos à pacientes de outros municípios, e se isso atrapalharia o planejamento local, o prefeito frisou que não há distinção de pessoas. Mas garantiu que não haverá falta de medicamentos, de médicos, ou testes rápidos e tomografias aos pacientes do município.

Ao lado do presidente da Câmara Municipal, Lauro Hoffmann, da Secretária de Saúde, Ruth Alcântara, do Secretário de Produção, Indústria e Comércio, Josefran Almeida e do Secretário de Administração, João Batista, Macarrão foi recebido pelo presidente da ACITA, Luciano Tambarote e empresários. Ao final da reunião o paradigma do gestor ser contra o Comércio e empresários caiu por terra.

Ao chamar o Comércio local de grande indústria do município, Macarrão se refere aos empregos diretos e indiretos, formais e informais gerados no setor. Não há dados oficiais, mas estipula-se que fique entre 3 a 5 mil empregos. Apenas a setor público municipal e indústria do dendê chegam perto desses números.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *