Com atendimento de livre demanda, o Hospital Geral de Tailândia (HGT) garante a assistência de baixa e média complexidade para quase todos os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) da mesorregião do nordeste paraense, em regime de plantão 24 horas.  A média de atendimentos mensal no HGT, de janeiro a junho deste ano, foi de 5.979 atendimentos de urgência e emergência, o que somou cerca de 45 mil atendimentos, bem acima da média de 2017.

Os índices de satisfação dos usuários com os serviços prestados pelo hospital giram em torno de 90%, conforme atestou a última pesquisa do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU). Para o clínico geral, Dr. Hildebrando Ribeiro Junior, coordenador dos médicos da porta do HGT, a aprovação dos serviços oferecidos enfatiza a segurança da população no atendimento ofertado.

FOTO: ARQUIVO / ASCOM HGT

De acordo com o médico, o atendimento é garantido 24 horas ininterruptas por clínicos, três em cada plantão, além de especialistas da retaguarda, com cirurgião, pediatra, ortopedista/traumatologista, ginecologista/obstetra, radiologista e anestesista.

O intenso fluxo de usuários em busca de assistência é administrado com a adoção do sistema de classificação de risco, seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde (MS). “É importante esclarecer que o HGT, assim como os demais da rede hospitalar brasileira, não presta atendimento por ordem de chegada, priorizando a gravidade de cada caso”, explicou Hildebrando Ribeiro.

Entre os anos de 2015 a 2018, foram atendidos no HGT, uma média de 2.683 casos na cor vermelha, que são os de emergência, têm prioridade e são atendidos imediatamente; média de 6.837 na cor amarela, casos de urgência que requerem assistência em tempo hábil, em até 30 minutos; média de 10.351 na cor verde, casos de baixo risco de agravo imediato à saúde, e média de 1.146 na azul, os não urgentes, que podem ser encaminhados para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Entre estes, poucos apresentavam caráter prioritário, sendo que muitos poderiam ser assistidos pela Rede Básica de Saúde.

Com 51 leitos, o hospital dispõe de várias especialidades e apoio diagnóstico com radiologia, ultrassonografia, endoscopia, mamografia, eletrocardiografia, laboratório de análises clínicas e Agência Transfusional dentro do hospital, para atendimento ágil da demanda, além de Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), que possui nove leitos, sendo seis adultos e três pediátricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que aconteceu hoje, direto no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.