As investigações da Polícia Civil apontam que Júnior Piedade Cruz, de 40 anos, foi morto por envolvimento com o tráfico de drogas. As informações foram confirmadas pelo delegado de plantão, Márcio Nogueira.

VEJA TAMBÉM
+Pacientes reclamam da demora no atendimento do HGT, hospital divulgou nota
+Homem é morto durante preparativo de aniversário do filho em Tailândia

O delegado conta que Junior Piedade devia cerca de 8 mil reais ao tráfico, por isso, foi executado a tiros na sexta-feira, dia 27 de agosto. O crime aconteceu na rua Paricá, no bairro Vila Macarrão.

No momento do crime, a vítima preparava enfeites para o aniversário do filho, quando dois homens chegaram em uma motocicleta, o garupa desceu e efetuou os disparos.

Um dos acusados foi preso pelo Grupamento Tático Operacional (GTO) da Polícia Militar, no dia seguinte ao homicídio, por tráfico de drogas. Na delegacia, o suspeito confessou envolvimento na morte de Junior Piedade e apontou o outro comparsa e a motivação. De acordo com o delegado, o pedido de prisão do outro acusado já foi feito a Justiça.

O crime quebrou uma sequência de cerca de 60 dias sem o registro de homicídios na sede do município. O último caso tinha sido a morte de um casal, no bairro Jardim Liberdade, no dia 27 de junho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.