Após quatro décadas aguardando pelo início das obras de pavimentação da PA-256, no município de Tailândia, nordeste do Pará, agora, os moradores começam a confiar que o projeto de revitalização da rodovia vai sair do papel. Tudo porque na última semana o Governo do Estado anunciou que já começou a trabalhar na rodovia.

Os trabalhos fazem parte da construção e pavimentação asfáltica do lote 3 da PA-256, que compreende a travessia do Rio Capim até o entroncamento da PA-150, em Tailândia.

Com o início das obras a PA-256 ganhará mais 43,5 Km de pavimento asfáltico, que se integrarão a outros dois trechos já em obras. O primeiro trecho compreende a travessia do Rio Capim até a Vila Nova, em Ipixuna do Pará, com 51 Km de estrada; o outro, é uma extensão de 56 Km entre a Vila Nova e o entroncamento com a PA-451, já em Tomé-Açu, também, no nordeste estadual.

Foto: Divulgação/Agência Pará

Em abril, durante a assinatura da Ordem de Serviço, o governador Helder Barbalho, afirmou tratar-se de umas das mais importantes obras de integração do estado do Pará, que interligará a PA-150, em Tailândia e Moju, até Tomé-Açu, na PA-140, e ainda com a rodovia Belém-Brasília, por Ipixuna do Pará e Paragominas.

Além da pavimentação asfáltica, serão construídas es de 18 pontes, sendo as maiores situadas sobre o Rio Capim e, junto a esta, a ponte sobre o rio Acará, mudando totalmente a atual realidade da trafegabilidade das regiões do Capim e do Acará.

Interligação de 9 municípios

A PA-256, é uma das vias mais extensas e importantes da região do Rio Capim, terá 150 Km construídos e pavimentados pelo Governo do Pará. A rodovia interliga nove municípios: Mocajuba, Cametá, Igarapé-Miri, Moju, Tailândia, Acará, Tomé-Açu, Ipixuna do Pará e Paragominas.

Cobertura ao vivo da cerimônia de assinatura da Ordem de Serviço de pavimentação em abril de 2021.

No evento em abril, o prefeito de Tailândia, Paulo Liberte Jasper, mais conhecido como “Macarrão”, afirmou que durante 40 anos, os moradores e motoristas da região enfrentaram buracos e dificuldades para trafegar nessas estradas. “Hoje festejamos a chegada do asfalto na PA-256, facilitando a vida dos moradores, não  somente dessa região, mas favorecendo até mesmo o Estado do Maranhão, que poderá  acessar a PA-256, para chegar ao porto de Vila do Conde. O governador trouxe o caminho mais curto para o porto, gerando novos empregos emprego e renda para nosso povo”, disse o prefeito.

Custo e previsão de conclusão

A obra custará aos cofres públicos do Estado, cerca de 77 milhões de reais, e tem previsão de término em 24 meses, de acordo com o contrato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *