Na tarde de domingo (13), os investigadores da delegacia de Tailândia, nordeste do Pará, cumpriram um mandado de prisão preventiva que estava em aberto, contra Francisco Júnior Souza da Silva, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas.

Francisco estava foragido desde 2020, quando foi apontado nas investigações da Polícia Civil de vender entorpecente no município. Na época, ele teve a prisão junto à Justiça solicitada pelo delegado plantonista no município naquele período, delegado João Bosco, delegado.

Mesmo com um mandado de prisão em aberto, o acusado tentava viver normalmente no loteamento Jardim Liberdade, onde preso pelos policiais civis, com apoio do Grupamento Tático Operacional (GTO).

Ele está à disposição da Justiça na carceragem da delegacia de Tailândia. Além dele, o delegado responsável pela investigações indiciou sete pessoas. Todas tiveram prisões expedidas pela Justiça, entre eles Gleison Tomé Ferreira que confessou três homicídio em Tailândia.

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *