A vítima era morador da vila Sococo, zona rural de Moju.

O corpo de um homem foi encontrado em uma área de mata na vicinal do Projeto Seringa, localizada a aproximadamente 3 km da vila Olho D’água, divisa entre os municípios de Tailândia e Moju.

Populares que passavam pelo local sentiram o mal cheiro, notaram a presença de urubus, e ao se aproximar detectaram que se tratava de um cadáver.

O homem aparenta ter sido assassinado com requintes de crueldade, e pelo avançado estado de decomposição, parecia estar ali há alguns dias.

A Polícia Civil de Moju juntamente com o Instituto Médico Legal de Abaetetuba, estiveram por duas vezes na localidade, na primeira vez não foi possível localizar o corpo, o que ocorreu apenas no início da noite desta terça-feira (24).

Na madrugada desta quarta-feira, após os trabalhos de perícia do IML, um familiar reconheceu o corpo, se trata de Romualdo Salustiano, de 69 anos de idade, popularmente conhecido por “Baiano”, morador da vila Sococo, zona rural de Moju. Salustiano estava desaparecido desde o dia 21 de julho.

Um dos mistérios que envolvem o crime é a distância da localidade onde a vítima morava para onde o corpo foi encontrado. O senhor “Baiano” trabalhava em um ônibus e fazia linha da Sococo para a cidade de Moju.

A Polícia Civil de Moju investiga o caso para descobrir as motivações e os autores do crime que chocou a comunidade onde o motorista morava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *