Clientes da Caixa em frente à agência de Tailândia (foto: Alison Lázaro / Portal Tailândia)

No mês passado vários clientes da Caixa Econômica Federal em Tailândia, nordeste do Pará, procuraram a delegacia de Polícia Civil local, para registrar Boletim de Ocorrência sobre saques indevidos de seus respectivos benefícios do Auxílio Emergencial por terceiros, boa parte em outros municípios.

Procurada pelo Portal Tailândia, a CAIXA informou em nota que atua conjuntamente com a Polícia Federal e demais órgãos de segurança pública na identificação e investigação de casos suspeitos e prevenção a fraudes e golpes.

O banco informou ainda que pedidos de contestação podem ser realizados em qualquer agência da CAIXA. Para isso, o cliente precisa comparecer a uma das unidades, portando CPF e documento de identificação.

Na nota, a instituição reiterou ainda os cuidados e boas práticas que devem ser tomadas pelos clientes:

A CAIXA reforça que os cidadãos utilizem única e exclusivamente seus canais oficiais para buscar informações e acesso aos serviços, jamais compartilhando dados pessoais, usuário de login e senha. É importante reforçar que senhas e cartões são pessoais e intransferíveis.

Reforçamos a seguir os principais cuidados que devem ser observados:

  • Não forneça senhas ou outros dados de acesso em sites ou aplicativos não oficiais, bem como em ligações telefônicas.
  • Links suspeitos podem levar à instalação de programas espiões, que podem ficar ocultos no celular ou computador, coletando informações de navegação e dados do usuário.
  • Utilizar sempre navegadores e softwares de antivírus atualizados.
  • A Caixa jamais solicita senha e assinatura eletrônica numa mesma página, sendo a assinatura digitada somente por meio da imagem do teclado virtual.
  • A Caixa não envia SMS com link e só envia e-mails se o cliente autorizar.
  • A Caixa não solicita ao cliente o desbloqueio ou cadastramento de novos dispositivos móveis (celulares).

No site www.caixa.gov.br/seguranca estão acessíveis informações sobre os principais tipos de golpes e fraudes referentes ao sistema financeiro, além de orientações sobre como o cliente deve proceder caso, eventualmente, se sinta vítima de um deles.

O banco não confirmou se o problema enfrentado pelos clientes em Tailândia, se trata de falha no sistema ou de um crime contra os usuários e a instituição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *