O novo defensor público de Tailândia, Cezar Barreto, assumiu o cargo no início de fevereiro deste ano em meio a pandemia da covid-19.

VEJA TAMBÉM
+Um dos acusados da morte de casal em Tailândia é preso em São Miguel do Guamá

Ao longo dos últimos meses a Defensoria já atendeu mais de 600 pessoas, 300 só entre junho e julho.  Com a alta demanda, os atendimentos estão com agenda fechada até outubro.

Pensão alimentícia, reconhecimento de paternidade e ação de divórcio são apenas alguns dos casos que chegam à mesa do defensor. Ações essas que estavam paradas nos últimos três anos por falta do profissional.

O retorno, segundo Cezar Barreto, conta com apoio do município. O próximo passo é ampliar o atendimento com a diminuição do tempo de espera de quem busca pelo serviço da Defensoria Pública em Tailândia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *