Isael da Silva Amaral, de 43 anos de idade, foi preso no início da manhã desta terça-feira (27), na vicinal 13, zona rural de Tailândia, nordeste do Pará. Ele confessa ter matado, com um tiro de espingarda, uma jovem de 22 anos, grávida de 7 meses.

LEIA MAIS

A vítima é Elis Naiara de Oliveira, vizinha de Isael, no ramal Sempre Alegre, próximo a vila Forquilha, na zona rural de Tome-Açu. O crime aconteceu na manhã do último domingo. Após matar a moça, Isael fugiu para Tailândia, onde já tinha morado por 9 anos.

O acusado alegou legítima defesa, depois que segundo ele, teria sido ameaçado de morte pela vítima. Em entrevista, o homem diz que Elis Naiara prometeu atear fogo na casa dele com a família dentro, depois de uma discussão por limites de terreno.

Isael conta ainda que após discutir com a moça e receber as ameaças, pegou a espingarda e se escondeu no mato, a jovem foi morta com um único tiro na cabeça, ao lado da filha de 2 anos e com outra criança que esperava na barriga.

A prisão foi feita pela guarnição do Grupamento Tático Operacional (GTO), composta pelos cabos Henrique, Orlando e soldados Marinho e Damasceno, com apoio da ROCAM, sob comando do Major Corrêa e Capitão Heldebaran.

O acusado foi encaminhado para a delegacia de Tomé-Açu, onde responderá pelo crime cometido.

Veja a entrevista dele:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *