Dois homens foram presos nesta terça-feira (18), suspeitos de estuprar e aliciar duas crianças, de 8 e 12 anos, em Manaus. Os acusados são o pai da vítima, um sargento da Polícia Militar, e um comerciante.

A delegada Joyce Coelho, responsável pelo caso, descobriu os abusos quando as meninas desapareceram por uma semana após irem passar o final de semana em um sítio com a mãe. Na ocasião, como o padrasto das crianças sumiu junto com elas, ele foi acusado de tê-las violentado sexualmente. No entanto, após exames, o homem foi inocentado.

No depoimento das vítimas, foi encontrado pela delegada diversas divergências, e mais tarde, foi descoberto, que havia uma denuncia de estupro contra o pai das meninas, que é sargento da PM. A Justiça pediu que as duas fossem retiradas da guarda dele e encaminhadas a um abrigo até que fosse comprovado a inocência dele. 

Durante as investigações, foi constatado que as duas meninas eram exploradas sexualmente pelo próprio pai. “A criança mais velha nos relatou que desde pequena era abusada pelo pai e que também a genitora, que era usuária de drogas, a vendia para um comerciante de perto da casa delas (…). No caso dessa criança, ela era vendida em troca de alimento, porque esse comerciante tinha uma vendinha do lado.

Ela relata com todas as letras que a primeira vez que se “vendeu”, ela estava com fome. Ele pagou R$ 20, com 10 ela comprou arroz, feijão e levou para casa e R$ 10 ela comprou uma sandália porque estava sem chinelo, tudo isso intermediado pela mãe. Na segunda vez a mãe pediu que ela aceitasse o ato porque ela estaria devendo para alguém e ela obedeceu”, detalha Joyce.

Ainda foi descoberto que na semana passada, a vítima mais velha, foi “vendida” pela própria mãe para um policial que ajudou nas buscas, quando ela desapareceu pela primeira vez.

Por O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *