Uma operação da Polícia Federal que investiga exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos e a Europa deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão em três estados brasileiros, entre eles o Pará.

O ministro do meio ambiente, Ricardo Sales, e servidores de IBAMA estão entre os investigados. O presidente do órgão e mais nove agentes públicos foram afastados dos cargos preventivamente.

Na manhã desta quarta-feira(19), agentes da PF estiverem na sede do IBAMA em Belém e apreenderem vários documentos. No total forem cumpridos 35 mandados de busca e apreensão no Pará, no Distrito Federal e São Paulo.

A Polícia Federal também esteve no prédio da Federação das industrias em Belém, o alvo foi a associação das industrias exportadoras de madeira do estado do Pará. Além das buscas o STF determinou o afastamento preventivo do presidente do IBAMA Eduardo Bin e de outros nove agentes públicos.

A Fiepa reforçou que a operação não envolveu as entidades do sistema, apenas se concentrou na associação de indústrias exportadoras de madeira do estado, que fica no mesmo prédio. A Aimex informou que está inteiramente disponível para colaborar com as investigações.

A associação disse ainda que a madeira produzida e comercializada no Pará pelos associados, possui toda a documentação de garantia legal e rastreabilidade com as autorizações exigidas para a atividade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *