Duas mulheres foram presas em flagrante na última segunda-feira (17), suspeitas de manter uma criança com Transtornos do espectro autista, de oito anos, em cárcere privado, dentro de um canil,em Belford Roxo, na Baixada Fluminense (RJ). A polícia encontrou sinais de tortura pelo corpo da vítima, e ela encontra-se em estado delicado no hospital.

As acusadas de praticar o crime são a mãe da criança, Marta da Silva Medeiros, e a avó materna, Eliane Pereira da Silva. De acordo com o delegado José Salomão Omena, o menino foi “trancado no canil sozinho e com diversos ferimentos no corpo, elevado grau de desidratação e desnutrição”.

“Esse resgate e essas prisões ocorreram através de uma ação de inteligência da Polícia Civil. A Vara da Criança e da Juventude determinou a entrada no local pelo Conselho Tutelar para evitar confronto entre a polícia e traficantes. A polícia prendeu a mãe e avó em outra localidade que não pode ser revelada”, disse o delegado ao Uol.

Em defesa, a família alegou que mantinha o menino em condições precárias, porque ele “tinha problemas mentais” e que “evitasse fugir”. As duas mulheres vão ser ndiciadas pelos crimes de tortura e cárcere privado.

Após ser resgatado pelos policiais,  o menino foi atendido no hospital, por apresentar lesões corporais. A vítima encontra- se internada sob cuidado de uma equipe médica. A polícia informou que o estado dele é delicado. 

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *