Um homem preso suspeito de cometer assassinato em Altamira, no sudoeste do estado, acabou sendo libertado da cadeia por engano. Antônio Wemerson Freitas da Silva saiu da prisão um dia após ser detido. Ele teria sido solto por engano por servidores da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), que informou, nesta segunda-feira (17), que os funcionários envolvidos no caso foram exonerados.

O assassinato do qual Antônio Wemerson é suspeito ocorreu na última quarta-feira (12). No dia seguinte, quinta-feira (15), a Polícia Civil do município encaminhou Antônio para a custódia do sistema penal. Mas ele nunca chegou até a penitenciária. Foi solto por engano.

Em nota, a Seap informou que a Corregedoria Geral Penitenciária apura o caso e que uma equipe da central integrada de monitoramento eletrônico realiza buscas para tentar localizar Antônio, que deveria estar custodiado. A Seap disse ainda que os servidores responsáveis pela “soltura indevida” foram exonerados.

Por G1/PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *