Reprodução/ O Liberal

A Superintendência da 3ª Região de Integração de Segurança Pública prendeu o vereador Daniel Rabelo Silva, do MDB de Curuçá, por estupro de vulnerável. Conhecido como Daniel do Abade, ele foi preso em um posto da Polícia Rodoviária Federal no município de Castanhal, nordeste do Estado. Segundo investigações, os crimes ocorreram em Curuçá, onde Daniel foi indiciado por estupro qualificado e teve a prisão preventiva decretada.

O vereador, de 39 anos, é candidato à reeleição em Curuçá. No último pleito, de 2016, ele foi eleito com 620 votos pela Coligação “A esperança que se renova” dos partidos MDB, SD e PSL.

No final do ano passado, envolveu-se numa polêmica após publicar comentários LGBTIfóbicos contra a realização da 2ª edição da Parada LGBTI de Curuçá. Segundo Daniel, o evento significava o “fim do mundo” e para ele “imoralidade deveria ficar entre quatro paredes”. Na publicação, Daniel também dizia que era um problema as crianças verem tudo aquilo.

A Parada teve como tema as “Reflexões do orgulho – 50 anos de luta” e contou com apresentação musical de artistas e drags da comunidade. O evento foi promovido com o apoio da Secretaria de Cultura do Pará (Secult).

Por: Portal Ver-o-Fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *