Reprodução/ O Liberal

Breno Cristian de Silva Neves, 19, confessou nesta segunda-feira (26), ter assassinado à facadas a namorada, em um apartamento no Conjunto Viver Melhor, na Zona Norte de Manaus.

Ele contou à polícia detalhes do feminicídio. O rapaz disse que tinha um relacionamento conturbado com a vítima, e no dia do crime, eles teriam discutido por conta de ciúmes da parte dele. 

Em certo momento, a moça partiu para cima de Breno com a faca. Ele se descontrolou, tomou a faca e desferiu vários golpes na vítima, mas alega lembrar apenas do primeiro.

O jovem conta que assistiu a namorada agonizar até morrer e ao perceber o que havia acontecido, tentou tirar a própria vida provocando ferimentos graves. Breno foi socorrido, recebeu alta hoje e já foi encaminhado à prisão. 

A delegada Marília Campelo destaca que a família do jovem chegou a dizer no dia do ocorrido, que ele era esquizofrênico e tomava medicação controlada. No entanto, nenhum laudo médico foi apresentado ou receita no nome de Breno.

A delegada explica que o que está comprovado é que quando ainda era criança, ele teria sofrido um acidente que culminou em um quadro  de traumatismo craniano que foi tratado e não teria deixado sequelas.

Por: Portal Do Holanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *