Tucuruí terá nova eleição para prefeito após vereadores cassarem mandato de prefeito Arthur Brito
(Foto: Reprodução)

Câmara Municipal de Tucuruí cassou o mandato do prefeito afastado Arthur de Jesus Brito na noite desta segunda-feira (19) por 9 votos a 3. A sessão foi tumultuada. Manifestantes paralisaram por aproximadamente duas horas a votação.

Os vereadores optaram pelo afastamento definitivo de Arthur Brito, acusado de improbidade administrativa. Segundo o relatório final da CPI instaurada, ele foi beneficiado com a morte do seu antecessor, Jones William da Silva Galvão (MDB), haja vista que a mandante do assassinato seria a mãe dele.

Agora, o prefeito Bena Navegantes deve chamar novas eleições que ocorrerão em 90 dias. O presidente da Câmara se pronunciou contrário ao afastamento definitivo.

Votaram a favor da cassação os vereadores Nilvan Oliveira (PSC), Gualberto Neto (DEM), Marcelo Campos (PMDB), Ilma da Silva Creão (PPS), Tânia Zamattaro (PMDB), Antonio Guilherme Antunes (PSDB), Jorge Anderson (PSB) e Paulo Morais da Costa (PDT).

Votaram contra a cassação os vereadores Rony Santos (PSC), Antonio Joaquim Cunha (PPS) e Francisco Vieira (PDT). O vereador Fabio Ulisses (PSDB) não compareceu à sessão e alegou problemas de saúde de alguém da sua família.

Uma sessão no dia 20 de fevereiro para reconduzir Arthur Brito ao cargo de prefeito de Tucuruí também terminou em tumulto. Partidários e não apoiadores do prefeito afastado se desentenderam durante a sessão. Novas denúncias de improbidade administrativa foram apresentadas na Câmara de Vereadores do município naquela data.

Assine o Portal

Receba as últimas notícias de Tailândia e região.

Você pode gostar de ver

Polícia Civil prende acusados de crimes ambientais, associação criminosa e corrupção ativa em Tucuruí

A Polícia Civil do Pará prendeu em flagrante três pessoas por crimes…

Estudante de Tucuruí que desmaiou após briga já recebeu alta médica e passa bem

A garota, segundo informações de amigos, sofreu vários hematomas no rosto, onde permanece inchado e no peito.

População interdita entrada da sede da Celpa em Tucuruí

Desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (14), um grupo de…

Justiça decide manter prisão de ex-procuradora de Tucuruí condenada

A Seção de Direito Penal do Tribunal de Justiça do Pará, em…