Reprodução/ O Liberal

Entre os dias 23 e 26 de março, o Comando Conjunto Norte, formado pelo Comando Militar do Norte, 4º Distrito Naval e Ala 9, apoiou a logística de fiscalizações em madeireiras no município de Tucuruí, no Pará. A missão ocorreu em coordenação com a Polícia Federal, Polícia Militar do Estado do Pará, Ibama e Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Tucuruí, com auxílio do 23º Esquadrão de Cavalaria de Selva (23º Esqd C Sl) e do 2º Batalhão de Aviação do Exército.

Realizadas em dez serrarias, as ações resultaram na aplicação de R$ 1.973.018,85 em multas e na apreensão de um total de 2.762,17 m3 de madeira, sendo 2.217,67 m3 de toras, 256 m3 de madeira serrada e 288,5 m3 de resíduo florestal. Os locais estão sendo investigados pelo armazenamento e beneficiamento de madeira extraída de forma ilegal.

Militares do 23º Esqd C Sl auxiliaram na logística e segurança nas ações de apreensão e transporte de madeira em situação irregular. Nesta operação, foram empregados quarenta militares, duas motocicletas e sete Viaturas Táticas Leves (VTL). As apreensões estão no contexto da Operação Verde Brasil 2, que tem o objetivo de combater crimes e delitos ambientais na Amazônia Legal. Por meio destas ações, o Comando Conjunto Norte contribuiu para a redução do desmatamento ilegal das reservas ambientais situadas na região de Tucuruí (Com informações do Comando Conjunto Norte).

Por: O Liberal

Comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *