Reprodução/ Roma News

Um homem morreu na sexta-feira, 24, com suspeita da síndrome de Haff, mais conhecida como urina preta, no município de Óbidos, oeste do Pará. Ele foi internado em um hospital quando passou mal após comer peixe da espécie Pacu.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sespa), ainda na sexta-feira, a equipe da vigilância epidemiológica da cidade notificou três pessoas que fizeram o consumo da mesma espécie.

A Sespa confirmou que os três pacientes notificados são residentes da zona rural do município de Óbidos e que apresentaram sintomas clínicos de dor muscular intensa, abdominal e urina escura após o consumo de peixe que é típico da região.

Por: Roma News

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.