Foto: Divulgação

Canaã dos Carajás/PA – O comerciante português Eurípedes Monteiro Enes, de 65 anos, que era popularmente conhecido como “Português do Espetinho”, foi morto com diversas facadas no quarto onde dormia na casa dele, em Canaã dos Carajás. O crime foi na madrugada deste domingo (12/6), no Bairro Vale Dourado.

O principal suspeito do crime é o sobrinho da mulher dele, Victor de Barros Almeida, de 19 anos, que está foragido. Victor também tentou matar a tia, Antônia Almeida de Carvalho, que foi socorrida em estado grave, e a prima dele, de 13 anos, que só escapou da morte porque a lâmina da faca entortou. A adolescente ainda foi ferida no braço.

Por motivos que estão sendo apurados pela Polícia Civil, Victor invadiu a residência do casal armado com uma faca de cozinha. Houve luta corporal e ele desferiu várias facadas contra o tio, que morreu ao lado da cama onde dormia. Em seguida ele também atacou a tia dele, que gritou e acabou acordando a sobrinha, que estava dormindo na casa. A jovem foi ver o que estava acontecendo e também foi atacada pelo assassino, que só não a matou porque a lâmina da faca ficou torta.

Após o ato ensandecido, Victor fugiu e está sendo procurado. Um vídeo gravado na casa após o crime, mostra objetos jogados pelo chão, indicando que a vítima ainda tentou de defender do criminoso.

Eurípedes Silva, que era popularmente chamado de “Português do Espetinho”, era natural da cidade de Porto, em Portugal, e morava em Canaã já há alguns anos, onde vendia espetinho e outros alimentos em uma área da casa dele.

A Polícia Civil faz buscas e pede a quem tiver alguma informação que ajude a localizar Victor, que ligue para o Disque-Denúncia 181. O estado de saúde de Antônia Almeida não foi informado.

Por: Native News Carajás

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *