saque do “Renda Pará” têm uma segunda e última chance de receber os R$ 100,00 em cota única. Basta se dirigir a uma agência do Banco do Estado do Pará (Banpará) até esta quarta-feira (30) para ter acesso ao auxílio, criado pelo Governo do Pará com o objetivo de ajudar a minimizar os impactos econômicos da pandemia de Covid-19.

Até esta quarta-feira também serão atendidos e cadastrados aqueles que recebem Bolsa Família no Pará, mas que, por algum motivo, não constam do sistema do programa extraordinário de transferência de renda e acabaram não recebendo os valores. Para este grupo, o pagamento está marcado no período de 4 a 8 de janeiro de 2021.

Para agilizar o saque, a Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), que detém a base de dados de todos os assistidos pelo “Bolsa Família” em território paraense, passou as informações diretamente ao Banco do Estado – de forma que não fosse necessário cadastro prévio para receber os R$ 100,00, com exceção daqueles que, mesmo ativos no programa do Governo Federal, não conseguiram receber até o momento, e agora têm os últimos dias úteis do ano para resolver pendências e sacar o benefício.

TRANQUILIDADE

“O Renda Pará é, sem dúvida, uma das maiores iniciativas emergenciais já realizadas neste governo, já que foi pensado de forma humana, com o objetivo de proporcionar um final de ano mais tranquilo a tantas famílias”, destaca o titular da Seaster, Inocencio Gasparim. A estimativa é de que a iniciativa atinja um milhão de pessoas. “Estamos felizes em saber que temos alcançado este quantitativo, e que temos conseguido seguir com a nossa principal missão, que é garantir direitos”, reforça o secretário. Hana Ghassan, titular da Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), explica que o cronograma inicial de pagamentos, com base no mês de nascimento do beneficiário, foi concluído no último dia 19, e que até então 675.105 mil pessoas haviam sido contempladas. O programa foi criado por lei estadual sancionada pelo governador Helder Barbalho em 29 de outubro deste ano.

“Com investimentos da ordem de R$ 65 milhões do Tesouro estadual, o Renda Pará, além de ajudar famílias neste momento de pandemia, trouxe impactos significativos na economia dos municípios, pelo aumento do consumo. Quem, por algum motivo, não conseguiu ir ao Banpará nas datas estabelecidas no calendário, terá até o dia 30 de dezembro. Portanto, quem é beneficiário do Programa Bolsa Família e ainda não foi receber esse valor extra, terá uma nova chance”, alerta Ghassan.

Horários e documentos

– O atendimento será realizado das 9h às 15h em agências de Belém, e das 8h às 14h nas demais unidades do Banpará em todo o Estado.

– O beneficiário deve apresentar documento de identificação original com foto, CPF, NIS e cartão do Programa Bolsa Família.

Diário Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *