Reprodução/ O Liberal

Foi preso na tarde desta quinta-feira (1º) o quarto suspeito de envolvimento na morte da pequena Ravyla Sousa, de 10 anos. O homem, que não teve identidade divulgada, estava foragido, pois contra ele havia um mandado de prisão temporária decretado desde o último dia 28 de junho.

Legenda (Reprodução)

O investigado está sendo interrogado na Superintendência Regional da Zona Bragantina, com sede em Capanema. O homem trabalha como operador de máquinas e é apontado como participante direto na morte da criança. 

Após procedimentos cabíveis, ele será encaminhado para exames periciais no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e, posteriormente, será conduzido ao sistema penitenciário na região metropolitana de Belém. 

Por: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *