(foto: divulgação)
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

Uma equipe de policiais civis e militares foi destacada para o município de Goianésia do Pará, sudeste paraense, para auxiliar nas investigações do assassinato do prefeito da cidade, João Gomes da Silva, 62 anos, conhecido como ‘Russo'. Ele foi morto a tiros na noite de domingo (24), quando participava do velório de um amigo da família.

Algumas testemunhas do crime já foram ouvidas. Durante esta semana, várias pessoas ligadas à vítima estão sendo interrogadas na delegacia do município para que a polícia possa compreender as possíveis motivações do crime. Segundo informações preliminares, um homem que já estava no local fez os disparos contra o político e fugiu de moto com o apoio de um comparsa que o aguardava na área externa de onde ocorria o velório. Viaturas da Polícia Militar e Rotam (Ronda Tática Metropolitana) fazem rondas contínuas na entrada e no centro da cidade.

De acordo com o delegado João Bosco Rodrigues, diretor de Polícia do Interior (DPI), as investigações contam com quatro equipes de trabalho. ‘A determinação é que as nossas equipes permaneçam aqui o tempo que for necessário para solucionar o quanto antes esse crime que abalou o município', declarou o delegado.

 

 

Via ORM News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *