São investigados crimes de desvio de recursos públicos, fraudes a licitações e lavagem de dinheiro. — Foto: Ascom PF/PA

Na manhã desta quarta-feira, (23), a Polícia Federal de Altamira, sudoeste do Pará, deflagrou a Operação Voo Livre. Foram cumpridos cinco Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal da SJPA em desfavor de três pessoas físicas e duas pessoas jurídicas, todos na cidade de Altamira.

A investigação visa apurar a prática de fraudes em licitações e contratos envolvendo recurso públicos e outros crimes correlatos contra a administração pública no município de Altamira, durante a gestão anterior.

A investigação teve início no mês de março de 2020, quando a Delegacia de Polícia Federal recebeu uma denúncia de que licitações realizadas para a compra de passagens aéreas estariam sendo direcionadas para apenas duas empresas, além da participação de servidores públicos nas fraudes apuradas.

Os fatos amoldam-se aos tipos penais descritos no ar art. 337-F (crimes de licitação), art. 333 (corrupção ativa) e art. 317 (corrupção passiva), todos do Código Penal.
Foi adotada logística especial de preservação de todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos investigados, testemunhas e policiais com a finalidade de evitar o contágio do COVID-19.

As investigações seguem em andamento.



Por: Polícia Federal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.