Reprodução/ O Liberal

reprodução

Um homem foi assassinado em um bar na cidade de Altamira, por volta das 22h30, deste domingo (13). A vítima identificada como Erisvaldo de Oliveira, foi alvejado por arma de fogo sem possibilidade de defesa pelo policial militar Cabo Mota. Após matar Erisvaldo o PM foi alvejado por outro policial que estava à paisana no bar.

No local do crime, havia outros policiais militares à paisana, um deles ao presenciar o ocorrido atirou no cabo Mota em legítima defesa de terceiros. Após ser atingido pelo colega de farda, Mota foi encaminhado para o hospital regional em estado grave.

Todo o crime foi registrado por câmeras de vídeo do circuito interno do local. As imagens mostram o momento do ocorrido, quando o cabo chega disparando vários tiros à queima roupa na cabeça da vítima, em um bar lotado de pessoas. Mesmo depois que Erisvaldo caiu no solo, o PM continuou os disparos contra a vítima, que morreu na hora.  A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

O Comando local da Polícia Militar foi acionado e recebeu a custódia flagrancial do policial militar que ocasionou a morte da vítima. As armas de fogo utilizadas na ação foram apresentadas espontaneamente pela PM e em seguida encaminhados ao Instituto de Criminalística.

Por: O Liberal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.