Sede da Secretaria Municipal de Saúde de Altamira é alvo da investigação (Polícia Federal)

Desde 2016, o Fundo Municipal de Saúde de Altamira vinha sendo alvo de desvios de recursos e sendo usado para fraudes em licitações. É o que aponta a Polícia Federal. Por conta disso, a PF deflagrou, na manhã desta quinta-feira (5), a operação Adrenalina.

Por enquanto, a ação, que conta com 50 policiais, está apenas cumprindo mandados de busca e apreensão e busca pessoal. A secretária municipal de Saúde, Denise Sousa Aguiar, e a sede do órgão estão no escopo da operação.

Dentre os alvos da operação Adrenalina estão também a ex-secretária municipal de saúde, empresas e casas de empresários que participavam as licitações fraudadas. Ao todo, são 10 mandados judiciais sendo cumpridos: sete de busca e apreensão e três de busca pessoal, como informou a PF, em nota.

Durante as investigações, a Polícia Federal detectou conluio entre as empresas vencedoras e os sócios, inclusive com pagamentos recíprocos. E ainda, o envolvimento de agentes públicos no esquema ilícito. As empresas investigadas movimentaram mais de R$ 40 milhões nesses quatro anos.

Por O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *