O paciente que agrediu um condutor socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi liberado após pagamento da fiança arbitrada pela Justiça em Santarém, no oeste do Pará. Ele vai responder pelos crimes de lesão corporal grave e dano ao patrimônio público. O socorrista permanece internado no Hospital Municipal.

A vítima conduzia a ambulância acompanhado quando o paciente levantou da maca e começou a agredi-lo com um cilindro de oxigênio. O caso aconteceu no sábado, 31.

A ambulância seguia para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) quando as agressões aconteceram. O paciente também quebrou os equipamentos do veículo. Ele foi detido por uma guarnição da Polícia Militar e levado para a delegacia de Polícia Civil.

O socorrista está internado no Hospital Municipal e seu quadro clínico é estável. Ele sofreu múltiplas fraturas na face.

Por Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *