A Polícia Federal no Pará deflagrou, na manhã desta quinta-feira (20), a operação não há anonimato 2 com o objetivo de combater a pornografia infantil e pedofilia no Estado do Pará.

O Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos está cumprindo três mandados de busca e apreensão em Belém, Marituba e Paragominas, além da quebra do sigilo de dados telemáticos.

Os crimes investigados na ação são o de disponibilização de pornografia infantil e o de armazenamento de pornografia infantil, tipificados nos artigos 241-A e 241-B do ECA, respectivamente.

Expressão
“Não há anonimato” é uma alusão de que a internet não é lugar de anônimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *