Caminhoneiros decidem liberar BR-316 após pressões da Justiça. (Foto: Reprodução / PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou cinco pontos de interdições parciais em rodovias paraenses, na manhã desta quinta-feria (24). Além da região metropolitana de Belém, protestos atingem o nordeste e o sudeste do Pará. Manifestações chegam ao quarto dia e afetam o abastecimento de supermercados e outros serviços essenciais.

Desde a última sexta-feira (18), quando a Petrobras anunciou mais uma alta do valor nas refinarias, a categoria começou a mobilização de greve em vários estados do país. Na semana passada, foram cinco reajustes diários seguidos. A escalada dos preços acontece em meio à disparada dos valores internacionais do petróleo.

A PRF registra interdição parcial da BR-010, no km-165, em Paragominas; no sudeste do Estado. Também há protestos na BR-248, no km-155 em Eldorado dos Carajás e na BR-230 no km-128, em Marabá, ambos no sudeste do Pará. Na região metropolitana de Belém, a BR-316 é afetada com a interdição nos dois sentidos da via, nos quilômetros 23 e 27, em Benevides.

Rodovia estadual

Os caminhoneiros também mantém fechado o trevo que dá acesso ao porto do Arapari, Barcarena e Abaetetuba, no nordeste do Estado. Os manifestantes colocaram pneus para bloquear a estrada. A reportagem aguarda informações atualizadas da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) sobre o trecho.

Abastecimento de supermercados

Os supermercados de Belém começam a sentir os impactos da paralisação. De acordo com a Associação Paraense Supermercados (Aspas), os hortifrutigranjeiros são os primeiros produtos a sair do estoque, já que são perecíveis. Outros produtos, como carnes e produtos industrializados que levam proteínas no processo de fabricação, já estão com as entregas comprometidas pelos atrasos no reabastecimento.

Abastecimento de combustível em Tailândia

Em Tailândia alguns postos ficaram sem gasolina e diesel, e muito motoristas fazem filas para abastecerem antes que acabem combustível, nos postos que ainda têm.

População faz fila nos postos de Tailândia; combustível deve faltar ainda hoje

Via G1 PA

Comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *