Segundo o Dieese/PA, no mês passado o destaque na geração de empregos formais ficou com a construção civil | Octavio Cardoso/Diário do Pará

Entre janeiro e setembro de 2020, o Pará registrou o maior saldo de oferta de empregos formais do País, com 22.050 vagas, entre admissões e desligamentos, com destaque para o setor da Construção Civil, com quase 10 mil postos de trabalho. E os dados positivos também aparecem pelo quarto mês consecutivo na manutenção do crescimento de contratações com carteira assinada – 9.582 mil vagas -, no comparativo entre contratados e demitidos – melhor resultado de toda a Região Norte para o período.

As informações são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Renda (Seaster), com base em dados do Ministério da Economia, segundo o novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A retomada da economia com a abertura do comércio e a execução de obras públicas melhoram a geração de empregos no Pará

Everson Costa, técnico do Dieese, informa que em setembro do ano passado o Pará ficou em 10º lugar nesse ranking. Mesmo em meio à pandemia de Covid-19, os números apontam um cenário econômico em recuperação.

Obras públicas – Para esse cenário animador, o Estado contribui com a implementação de programas e projetos voltados à retomada das atividades econômicas, paralelamente às ações destinadas ao controle da pandemia. “Os setores de serviços, indústria e construção favoreceram essa guinada na geração de empregos. Até o comércio, que andava em baixa, apresentou alta no balanço. Esses dados funcionam como um termômetro para nós, e refletem a importância e necessidade do embandeiramento nas regiões”, avalia Everson Costa.

Depois de três meses de queda, em junho começou a alta da empregabilidade no Pará, com saldo de 4.616 postos de trabalho. Em julho, o aumento quase dobrou, com 8.501 vagas. Em agosto houve o melhor resultado até agora: 9,8 mil postos de trabalho, entre demissões e contratados.

O Programa Asfalto Por Todo o Pará, do governo do Estado, é um dos responsáveis pela geração de emprego e renda no setor da Construção Civil. Obras de pavimentação estão previstas para 65 municípios.

Por: Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *