Crédito: Reprodução/Notícias Marajó

Policiais da Superintendência Regional de Polícia Civil (Sudepol) do Marajó Ocidental prenderam um homem na última quarta-feira, 4. Ele é acusado de estuprar a própria filha em Breves, no Arquipélago do Marajó. A polícia chegou até o suspeito depois que a menina, de 14 anos, denunciou os abusos à coordenação da escola na qual estuda.

Segundo informações da polícia, a adolescente sofria abusos do pai desde os oito anos e ontem, ela teria chegado chorando à escola e comunicado à coordenação um novo estupro. O colégio acionou o Conselho Tutelar, que comunicou o fato à Sudepol.

Após a realização do exame sexológico na criança e a constatação do estupro, os policiais foram até a casa do suspeito no bairro Cidade Nova e o prenderam antes que ele fugisse. Segundo a polícia, a mãe da criança sabia dos abusos e compactuava, inclusive obrigando a filha a ingerir pílulas anticoncepcionais. O remédio citado pela criança foi encontrado na casa.

O pai foi preso e está à disposição da Justiça. A polícia não informou o que fará com a mãe.

Por: Notícias Marajó.

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.