A Polícia Civil prendeu, na manhã do último sábado (18), Marielza Rodrigues Ferreira, de 38 anos, por matar uma mulher em situação de rua grávida, no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém (RMB).

Após matar a vítima, que não teve a identidade revelada, abriu a barriga dela e tirou o bebê.

Tudo ocorreu na madrugada deste sábado (18). A autora do crime foi presa em flagrante, algumas horas depois, no hospital Divina Providência, enquanto se passava pela mãe da criança.

Por volta de 5h, algumas pessoas da agrovila São Pedro, em Marituba, ouviram gritos. Pouco depois, Marielza começou a pedir ajuda a vizinhos para que a levassem ao hospital, pois ela havia acabado de ter o bebê. E vizinhos ajudaram.

No hospital, os funcionários começaram a desconfiar, pois a mulher só queria atendimento ao bebê e não se permitia ser sequer examinada.

Enquanto isso, por volta de 8h, policiais militares e civis foram acionados porque havia sangue escorrendo pela porta da casa de Marielza e parecia ser mais do que o resultado de um parto difícil.

Desconfiados, os policiais entraram na casa e o corpo da vítima foi encontrado debaixo de uma cama, com várias perfurações e um ferimento brutal na barriga.

Os relatos dos vizinhos começaram a embasar as suspeitas e as diligências começaram em busca da autora do crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.