Foto: Reprodução/WhatsApp

Nesta segunda-feira, 11, a Polícia Militar do Pará recebeu uma informação do Núcleo Integrado de Operações (Niop 190) sobre duas mortes registradas em uma casa no Residencial Magalhães II, núcleo São Félix, no município de Marabá, sudeste paraense. No local, os policiais encontraram os corpos de Rivaldo Borges Valadares e Karina Conceição Silva, uma carta de despedida e uma mensagem na parede do quarto: “mãe, me perdoa”, escrita com o sangue de Karina.

Segundo a Polícia Civil, Rivaldo matou Karina com quatro facadas na região do peito e logo depois tirou a própria vida com a ajuda de um fio elétrico. A arma do crime foi encontrada em cima da cama, junto com uma Bíblia e uma carta escrita por Rivaldo, a qual ele pede perdão aos familiares.

O corpo de Karina estava na cama e na parede, ao lado do corpo, tinha uma mensagem feita com sangue que dizia: “mãe, me perdoa”, a qual a polícia acredita ter sido deixada por Rivaldo, que usava tornozeleira eletrônica quando o corpo foi encontrado.

Conforme exames realizados pela Polícia Científica, tudo teria acontecido por volta das 21h do domingo, 10, uma vez que os corpos já estavam rígidos.

Por: Roma News

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.