Um jovem identificado como, Hernandes Pacheco da Silva, de apenas 19 anos, estava desaparecido desde de domingo (06), ele foi encontrado todo trucidado a facadas em um matagal de difícil acesso nas proximidades da ponte rodoferroviária do Rio Tocantins, no bairro São Félix, onde morava.

De acordo com as informações o pai da vítima procurou a polícia no começo da tarde da última segunda-feira (7), informando que seu filho havia saído de casa no domingo para receber um dinheiro e desapareceu.

A partir daí o homem passou a procurar pelos arredores do bairro e foi informado da existência de um corpo no matagal perto de um loteamento nas proximidades da ponte e, ao chegar lá, identificou o cadáver como sendo de seu filho.

A polícia recebeu informes de que Hernandes Pacheco praticava assaltos nas redondezas, mas em consulta no site do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) não foi constatado nenhum processo criminal aberto contra ele.

Quem chefiou a perícia no local do crime pelo Instituto Médico Legal (IML) foi o perito Pablo Castro. Ele observou que a vítima foi morta com golpes de arma branca, provavelmente uma faca. Ainda segundo o perito, Hernandes Pacheco foi golpeado nove vezes. As perfurações atingiram a barriga, tórax e abdômen.

O perito disse também que Hernandes foi atingido quando ainda estava em pé e não havia lesões de defesa, como cortes nos braços e antebraços, assim como não havia sinais de luta, de reação, o que leva a crer que ele já estava de alguma forma dominado quando foi esfaqueado. Além disso, o corpo foi arrastado por alguns metros.

*Com informações Correio de Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que aconteceu hoje, direto no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.