Crédito: Reprodução/Portal Correio de Carajás

Um idoso de 71 anos, foi preso nesta quarta-feira, 30, após ser acusado de ter estuprado a neta, de três anos. Manoel Ferraz Neto foi denunciado após a mãe da criança dar entrada no Hospital Geral de Parauapebas, alegando que sua filha estava sentindo muitas dores na região pélvica.

De acordo com a Delegada, Ana Carolina Carneiro, da Delegacia da Mulher de Parauapebas, a mãe da menina procurou o hospital ontem, 29. Durante a avaliação médica, foram constatados alargamento e vermelhidão do canal vaginal, sugestivo de estupro, além de um forte odor.

A delegada contou que a criança verbalizou que Manoel havia feito contato com a região íntima dela. A babá da menina relatou que ela se queixava das dores há algum tempo, sempre nas segundas e terças, após ter passado o fim de semana na casa dos avós.

Manoel negou as acusações e exigiu provas do suposto estupro, usando o argumento de ser é pai de nove filhos entre homens e mulheres, e avô de outras netas, e jamais teria tal atitude. Apesar disso, a Delegada decidiu autuar o idoso em flagrante para resguardar a saúde física e mental da criança.

O advogado de Manoel Ferraz, Deivid Benasor, declarou que a defesa do acusado apresentou em audiência de custódia pedido de revogação do auto em flagrante. Apesar do flagrante ter sido revogado, a autoridade judicial determinou prisão preventiva contra Manoel pela natureza grave da acusação.

A representação do idoso está trabalhando em um Habeas Corpus para que Manoel responda o processo em liberdade.

Por: Portal Correio de Carajás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *