Crédito: Aldeia Gavião Kyikatêjê

Uma idosa de 105 anos, será a primeira indígena vacinada contra a covid-19 no Pará. Ela reside na Aldeia Gavião Kyikatêjê, no município de Bom Jesus do Tocantins, próximo de Marabá. A informação foi revelada durante a coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira, 19, no Hangar.

A aldeia fica localizada na Reserva Indígena Mãe Maria, que faz parte do município de Bom Jesus do Tocantins, sudeste paraense.

Após a coletiva de imprensa, o governador Helder Barbalho partirá para Bom Jesus do Tocantins, para acompanhar a vacinação pessoalmente.

VACINAÇÃO NO PARÁ

Diante do atraso na chegada das doses da vacina contra a covid-19 – da CoronaVac, do Instituto Butantan e da chinesa Sinovac -, o Governo do Estado deu início a campanha de vacinação na manhã desta terça-feira, 19.

A imunização aconteceu no Hangar Centro de Convenções e Feira da Amazônia, situado no Hospital de campanha da capital, Belém. Na ocasião, a primeira pessoa a ser vacinada contra a doença foi uma profissional da saúde lotada no hangar, uma mulher negra, Shyrley Cruz Maia, de 39 anos e mãe de quatro filhos.

Segundo Helder Barbalho, a escolha das profissionais de saúde é um retrato das mulheres que estão na linha de frente ao combate a covid-19 no Pará. “Iniciamos a vacinação com duas profissionais que estiveram trabalhando diretamente no hospital de campanha no Hangar. Mulheres, negras, trabalhadoras e que possuem na sua história o retrato de tantas mulheres do Pará”, finaliza.

Por: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *